sexta-feira, 17 de setembro de 2010

Entrega

Yogashririshnam (médium Elzio Ferreira de

Souza), Brasil
(Texto extraído do livro "Divina Presença - Comentários Mediúnicos a João da Cruz, espírito
Yogashririshnam, médium Elzio Ferreira de Souza, editora Circulus)
"Sê tu o mensageiro e as mensagens"
Cântico Espiritual - VI: 7.
João da Cruz
Alguém pode informá-lo sobre o sol, a chuva, o mar, o rio e os ventos, mas você só os
conhecerá quando entrar em contato direto com cada um deles. Poderá travar algum
conhecimento sobre eles com professores e livros, mas coisa alguma substituirá a experiência
direta. Não pense que com o Divino possa ser diferente.
Não são os mensageiros que lhe podem transmitir a mensagem do Divino. Tudo quanto eles
podem fazer é orientá-lo para que possa encurtar distâncias, diminuir desvios, ativar o
discernimento. Mesmo quando eles já possuam algum conhecimento, nunca podem dizer-lhe o
real sabor do fruto, nem fazer com que absorva o alimento que não digeriu. A experiência do
Divino é única.
Não se engane, pois, com a fenomenologia. Os fênomenos podem ser sinais indicadores,
todavia você não se deslocará para lugar algum, só por conhecer os sinais de trânsito, nem
continuará paralisado, conquanto se desloque, só porque eles não existam. Muitos sinais
geralmente significam a existência de múltiplos perigos. Não acredite que só os fenômenos
podem ser sinais da presença divina ou de sua aproximação.
A vida encontra-se plena de maravilhosos fenômenos físicos-químicos, mas você não consegue
ver a Deus, embora as leis que os regem indiquem a sabedoria de quem as formulou. Você
deve ir além do fenômeno: vá para o silêncio de si mesmo na obra de transformação, se quer
marcar o Encontro.
Ninguém pode conceber o Divino, se apenas recebe mensagens de intermediários. Os estafetas
não são o Senhor, e as cartas nunca podem traduzir a Presença.
Se você quer o Encontro, não se contente com nada, respeite a tudo e a todos, agradeça todas
as mensagens e mensageiros, mas não se dê por safisfeito. O Senhor aguarda apenas a sua
perseverança. Você não deve contentar-se com menos. Não acredite em distâncias, quando
falar de Deus. O longe pode estar perto. O caminho é não ter caminho.
Você não pode dizer - "agora". Mas se você não se contentar com mensagens e mensageiros,
se estiver pronto para aceitar todas as condições que são não ter qualquer condição, não fazer
qualquer exigência, se você for capaz de entregar-se e confiar, então poderá ir além das
notícias que lhe trazem, para viajar dentro do silência divino.
Você não deve contentar-se com simples notícias, por mais alta que seja a mensagem. Rogue
ao Senhor que Ele seja o Mensageiro e a Mensagem, porque só assim conhecerá realmente
quem a recebe.